Na quarentena, Netflix ganha quase 16 milhões de assinantes

Buscar

Mídia

Publicidade

Na quarentena, Netflix ganha quase 16 milhões de assinantes

Desempenho da gigante do streaming ultrapassou a previsão de analistas e da própria companhia para o primeiro trimestre


22 de abril de 2020 - 11h16

Companhia é uma das poucas a se beneficiar com a crise causada pelo novo coronavírus (Crédito: Amesy/iStock)

Com informações do AdAge

A Netflix adicionou quase o dobro de assinantes previstos para o primeiro trimestre, consolidando seu papel como uma das raras empresas a se beneficiar com a crise global de saúde causada pelo novo coronavírus.

O maior serviço de streaming pago do mundo somou 15,8 milhões de assinantes nos primeiros três meses do ano, com os usuários interessados em conteúdos como Tiger King e o reality “Love is Blind”. Anteriormente, analistas haviam projetado um ganho de cerca de 8,47 milhões de assinantes para o período. Já a própria Netflix esperava 7 milhões.

Enquanto a Covid-19 está devastando a economia global, os serviços de streaming de vídeo como a Netflix estão se beneficiando com o isolamento. O recém-lançado Disney+ ultrapassou 50 milhões de assinantes em apenas cinco meses.

Outra vantagem para a gigante do streaming mora no conteúdo. A Netflix finalmente acertou a receita para realities e produções de não ficção. Tiger King, um documentário sobre os donos de um zoológico de grandes felinos, foi o maior sucesso da companhia nos Estados Unidos desde Stranger Things, com 64 milhões de casas assistindo à atração. O reality de namoro Love is Blind alcançou 30 milhões de lares. Além disso, o novo reality de relacionamento Too Hot to Handle (que no Brasil, ganhou o nome de Brincando com Fogo), foi um dos programas mais populares do serviço desde seu lançamento na última semana.

*Tradução: Taís Farias

**Crédito da foto no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe