Onde a Inteligência Artificial vai impactar o marketing?

Buscar

Opinião

Publicidade

Onde a Inteligência Artificial vai impactar o marketing?

Não haverá marketing mais sem IA daqui em diante. Melhor saber disso, admitir isso e começar a praticar isso o quanto antes. Depois, talvez não faça mais sentido. Você já perdeu


12 de dezembro de 2017 - 16h14

Algo que parecia há até bem pouco tempo roteiro de filme futurista invadiu nossas vidas e o mundo do marketing como um Ovni doidão e onipresente.

Para alguns, uma maldição do fim do mundo, para outros, a salvação da Humanidade, a Inteligência Artificial para a indústria do marketing e da comunicação é, sem dúvida, um terreno a ser conhecido e explorado. Mas ainda em estágio embrionário de desenvolvimento.

Em 2020, diz o Gartner, cerca de 85% das interações dos consumidores com as companhias e marcas serão feitas sem a intermediação de humanos e usando IA. Só este ano, os investimentos em IA no mundo corporativo estão crescendo 300%. No ano que vem, 20% da geração de conteúdos para negócios virá de máquinas dotadas de IA.

Preparei aqui, sem nenhuma pretensão de esgotar o tema, muito ao contrário, um conjunto bem simples de itens, cujo objetivo é fazer um resuminho básico aos leitores curiosos que desejam saber um pouco mais sobre o assunto. Vamos lá.

1. O que é Inteligência Artificial – é a capacidade de as máquinas (computadores, robôs, softwares, etc.) aprenderem a compreender as áreas do conhecimento humano. Esse aprendizado se sofistica na medida em que as máquinas passam a aprender com seu próprio aprendizado e o aprendizado de outras máquinas, desenvolvendo- se como entidades que adquirem conhecimento incremental permanente.

2. IA para Negócios – na medida em que isso se dissemine, todo esse conhecimento passa a poder ser utilizado pelas empresas em todas as áreas de negócio, potencializando gestão, operação e transações. Supostamente, com performance superior aos humanos em uma série de áreas, embora ainda não em todas.

3. IA para Marketing – esses recursos podem ser utilizados, como veremos a seguir, em várias áreas do marketing, para otimizar a gestão do relacionamento das marcas com os mercados e seus consumidores.

4. IA para Dados – um dos campos clássicos de incremento da Inteligência Artificial é sua capacidade de integrar-se de forma inteligente com o big data, o volume sem-fim de dados que hoje as companhias obtêm de todas as formas, sobre todos os indicadores de relevância para o marketing. IA capta, organiza e gere esse arsenal de forma altamente eficaz e assertiva. A aplicação mais óbvia é no âmbito da mídia. Mas essa possibilidade é igualmente verdadeira na área de conteúdos, CRM, desenvolvimento de novas soluções tecnológicas (apps, por exemplo) e muito mais.

5. IA para Experiências – outro âmbito cada vez mais ampliado no uso da IA é a possibilidade de as máquinas se relacionarem com usuários e consumidores de forma cognitiva, ou seja, máquina entendendo um humano. Desde os chatbots do varejo online ao concierge presencial de um robô na recepção de um hotel, a multiplicidade de experiências físicas e interativas incrementadas pela IA são inúmeras.

6. IA para Personalização e Predição – a possibilidade de uso da IA para entendimento do comportamento dos usuários e consumidores será amplificada a cada dia daqui para frente. IA consegue conhecer, compreender e se relacionar com cada um de nós de forma permanentemente mais acurada e precisa. Isso levará a personalização do marketing a extremos máximos. Possibilitará também prever como cada usuário e consumidor se comportará em relação a produtos e marcas.

7. IA para IoT – a IA é a instância da ciência, da tecnologia e do conhecimento humano que viabilizará e gerenciará a Internet das Coisas. A Internet das Coisas é a possibilidade de conexão exponencial que acontecerá quando as “coisas” puderem receber chips e se conectarem com a internet. Sem a IA, isso não seria possível. Por meio dela, todas as ações de marketing poderão, de alguma forma, se utilizar dessa nova possibilidade de contato com usuários e consumidores de forma intensa e amplificada talvez como nunca até hoje.

8. Por que IA – a IA, como estamos vendo, será um dos maiores viabilizadores e potencializadores da comunicação e da expansão do marketing para áreas e campos ainda não ocupados hoje. Essa “ocupação” se dará nos próximos anos (de três a cinco) de forma extremamente rápida. Se os profissionais de marketing esperarem que essa tendência se consolide para entender como usá-la, terão perdido dramaticamente o tempo de experimentação e teste que antecede a aplicação e uso full de IA pelo mercado.

Veja o gráfico de como a Inteligência Artificial potencializa as ações de atingimento/impacto, ação, conversão e engajamento numa régua de jornada do consumidor.

Não haverá marketing mais sem IA daqui em diante. Melhor saber disso, admitir isso e começar a praticar isso o quanto antes. Depois, talvez não faça mais sentido. Você já perdeu.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”