Google e Facebook estão perdendo verba publicitária

Buscar

Mídia

Publicidade

Google e Facebook estão perdendo verba publicitária

Estudo da eMarketer aponta que o share das empresas cai em 2019, enquanto a Amazon deve crescer


21 de fevereiro de 2019 - 18h04

De Jeanine Poggi, do Advertising Age

O duopólio formado por Google e Facebook está perdendo um pouco da sua hegemonia quanto ao share de verba publicitária, mesmo que por uma quantia pequena. De acordo com a eMarketer, apesar de suas receitas crecerem, o montante das duas empresas combinadas irá cair em 2019.

 

Facebook e Google representarão 21,8% e 37,2% em 2019, respectivamente (Crédito: Johor Malaysia/iStock)

O Google terá seu share diminuído de 38,2% do ano passado para 37,2% este ano. Já o Facebook sofrerá uma queda menor: de 21,8% para 22,1%. Segundo a análise da empresa de pesquisa, isso se deve à grande demanda das empresas por anúncio no Instagram Stories. A plataforma ainda se beneficia da percepção de que foi menos impactada pelas polêmicas envolvendo privacidade de dados relacionadas ao Facebook.

A maior favorecida deste ano será a Amazon. O eMarketer aponta que seu negócio deve crescer mais de 50% e seu share publicitário passará de 4% em 2018 para 8,8% este ano. Em 2020, o número deve chegar próximo a 10%. “A Amazon é muito bem vista pelos anunciantes principalmente pelos produtos embalados e marcas B2C”, diz Monica Peart, diretora de previsões na eMarketer. “A plataforma é rica em dados de comportamento do consumidor para atingir o público-alvo e dá acesso a dados de compra em tempo real. Antes, obter esse tipo de informação só era possível com a permissão do varejista. Mas com o portfólio de anúncios patrocinados da Amazon, profissionais de marketing têm acesso ilimitado para às ‘prateleiras’ dos consumidores”.

Como esperado, o investido em mídia digital irá superar a mídia tradicional este ano e até 2023 o digital deve ser o destino de dois terços da verba publicitária para mídia. Nos Estados Unidos, o total destinado ao digital deve crescer 19,1% (US$ 129,3 bilhões) em 2019, cerca de US$ 20 bilhões a mais do que o investido em mídia tradicional. O mobile representa mais de dois terços do digital, totalizando US$ 87 bilhões em 2019.

De forma geral, a verba para mídia tradicional nos Estados Unidos vai cair de 51,4% de 2018 para 45,8% em 2019. O impresso terá uma queda de 18% e a TV de 2,2% (US$ 70,8 bilhões). As eleições presidenciais americanas de 2020 devem inverter a curva do investimento em anúncios televisivos por um curto período de tempo antes de a curva voltar a decrescer.

**Crédito da imagem no topo: Christian Wiediger/Unsplash

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • pesquisa

  • midia

  • digital

  • investimento

  • impresso

  • share

  • TV

  • Google

  • facebook

  • Instagram

  • amazon

  • eMarketer

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”