Gael passa a fazer parte do Grupo DAN

Buscar

Comunicação

Publicidade

Gael passa a fazer parte do Grupo DAN

Grupo incorpora a agência de Gaetano Lops, que atuará de forma integrada com a MKTG, formando a MKTG Gael

Bárbara Sacchitiello
14 de dezembro de 2017 - 18h34

Da esq. para a dir.: Gaetano Lops, Abel Reis e Rodrigo Andrade (Crédito: Divulgação)

A Gael, agência especializada em ativação e brand experience fundada por Gaetano Lops em 2014, fez uma parceria com o Grupo DAN por meio da MKTG, divisão de lifestyle do grupo. Com a parceria, surge uma nova operação, batizada de MKTG Gael, que reúne as expertises das duas operações e ficará sob a estrutura do Grupo, que tem Abel Reis como CEO e Rodrigo Andrade como COO.

A nova agência terá Gaetano Lops como CEO. De acordo com comunicado enviado pelo Grupo DAN, o objetivo do acordo operacional é “colocar a expertise e a competência da agência comandada por Gaetano Lops sob a marca MKTG”, frisou Abel Reis.

A operação da MKTG no Brasil foi aberta em 2015 e contava com a liderança de Catarina Amazonas. Considerando o portfólio de trabalho das duas operações, a MKTG Gael já conta com cases como o do Boulevard Olímpico dos Jogos Rio 2016 e trabalhos para PepsiCo e Vevo. A nova operação ficará situada na sede do Grupo DAN, em São Paulo.

Recentemente, o Grupo DAN anunciou uma importante mudança em sua estrutura, com a contratação de Rodrigo Andrade para o posto de COO e Rui Branquinho para o cargo de CCO.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • comunicacao

  • DAN

  • Gael

  • Gaetano Lops

  • holding

  • MKTG

  • Negócios

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”